MENU

Poema

O ébrio - Augusto dos Anjos

Bebi! Mas sei porque bebi!... Buscava 
Em verdes nuanças de miragens, ver 
Se nesta ânsia suprema de beber, 
Achava a Glória que ninguém achava! 


O ébrio - Augusto dos Anjos - Poema

Bebi! Mas sei porque bebi!... Buscava 
Em verdes nuanças de miragens, ver 
Se nesta ânsia suprema de beber, 
Achava a Glória que ninguém achava! 

E todo o dia então eu me embriagava 
- Novo Sileno, - em busca de ascender 
A essa Babel fictícia do Prazer 
Que procuravam e que eu procurava. 

Trás de mim, na atra estrada que trilhei, 
Quantos também, quantos também deixei, 
Mas eu não contarei nunca a ninguém. 

A ninguém nunca eu contarei a história 
Dos que, como eu, foram buscar a Glória 
E que, como eu, ira-o morrer também. 



More by SANDERLEY

TRENDS - SONG LYRICS
Radar by Sanderlei
Everything in the musical world / Tudo que rola no mundo musical / ทุกอย่างในโลกดนตรี / Все в музыкальном мире / 音楽界のすべて.

Just Go - Viagem Volta ao Mundo
#JustGo - Sanderlei Silveira